Asia Beijing China Great Wall of China, Mutianyu

CHINA – Misconceptions, Visa, Transportation & Accomodation

In this post, China refers to China Mainland, which excludes Hong Kong, Macau and Taiwan.
Neste post, China refere-se a China Continental, excluindo assim  Hong Kong, Macau e Taiwan.

MISCONCEPTIONS

I found Beijing cleaner than I thought it would be.
I found Chinese people friendlier than I thought they would be. But not as polite as the Japaneses or South Koreans.
Beijing is also not as chaotic as typically depicted. Bangkok, for instance, is the epitome of chaos.

Overall, this trip was a very welcomed surprise. I highly recommend you to schedule a visit to China hands down! You will not regret it!
Please let me give you some important information:

EQUÍVOCOS

Encontrei uma cidade mais limpa do que imaginava.
As pessoas são simpáticas, ao contrário do que eu imaginava. Mas não espere encontrar pessoas hiper-educadas como no Japão ou na Coreia do Sul.
Não achei Pequim tão caótica, como eu imaginava. Banguecoque é bastante mais, por exemplo.

Em geral, foi uma fantástica revelação e eu adorei a minha visita a Pequim, China! Recomendo-o profundamente a agendar uma vista à China! Não se irá arrepender!
Algumas informações a ter em conta, atente:

VISA

If your are scheduling a leisure trip to China and if your country don’t have a mutual agreement with China you will need to apply for visa.

Nowadays, China has a new policy that allows a 72-hour visa-free transit to people from 53 countries in 18 China cities without a visa. This means that your destination can not be the same of your origin city.
If this is not your case you will need a travel visa (known as a L visa type). And, how can you get it?

First you need to download the China visa application form, which you can find online at the China embassy website of the country you are living in.
On that, you have to write your personal information, emergency contact, who will pay for your trip, your full itinerary in China, information of the accommodation, etc.
With that, at the Embassy of China, you will give a copy of your hotel booking confirmation, another with your booked flights (go and return) and a passport photo showing your ears. 🙂
If you are living outside your country you will need to give a proof of your residence, like a copy of your expat card.
And of course, you will need to leave your passport there.
The fee varies according your nationality, if it is a unique entry or multiples entries and if you want a urgent service or not. I paid for the regular fee, one entry, and 5 days later I picked up my passport with the China visa stamp. 🙂 (It was already granted 2 days before.)
If the visa is not granted you will not receive the money back.
Take note that even if you get the visa, the emigration service in China has the authority to not let you in.

VISTO

Se está a planear uma viagem em turismo à China e se o seu país não tem um acordo com este país do Oriente terá que adquirir o visto.

Hoje em dia, a China tem uma nova política que permite ao habitante de um dos 53 países que possuem acordo com a China, passear em 18 cidades Chinesas durante, no máximo, 72 horas sem adquirir o visto. Isto só é possível se estiver em trânsito. Ou seja, o seu destino final não poderá ser o mesmo local onde embarcou.
Se este não é o seu caso, precisa
 de um visto turístico (denominado pela letra L). E,  como é que o poderá obter?

Primeiro terá que efetuar o download do formulário para requerer o visto para a China. Poderá ser descarregado no site da embaixada Chinesa do país onde vive.
No formulário, para além da sua informação pessoal, contacto de emergência, etc, deverá descrever o seu itinerário de viagem (onde vai em cada dia) e ainda deixar os contactos de onde irá ficar hospedado.
Com isto, terá que entregar, na Embaixada da China, uma cópia da confirmação da reserva do hotel e outra dos seus voos (ida e regresso), e uma foto pass mostrando as orelhas. 🙂
Se se encontra a viver fora do seu país natal terá que entregar uma prova de residência, como o seu cartão de expatriado.
E claro, terá que deixar o seu passaporte.
O preço do visto varia de acordo com a sua nacionalidade, se pretender entrar uma única vez na China ou múltiplas vezes, ou ainda se é um pedido urgente. Eu paguei a taxa normal, uma entrada, e 5 dias depois levantei o passaporte. 🙂 (Na verdade, já estava pronto 2 dias antes.)
Se o visto não for permitido não há a devolução do dinheiro.
Contudo, tenha atenção que, mesmo tendo o visto a sua entrada na China poderá ser barrada pelos serviços de emigração
.

TRANSPORTATION

On Land:
Taxi- It’s cheap! Very cheap! I advised you to use the taxi when travelling from/to the airport and from the hotel to the main attractions.
Private Car Service – A good option to reach The Great Wall of China (more info here!).
Metro- It’s cheaper, although it will consume you more time.
On Air:
I shipped out in Seoul and I arrived in Beijing by a Korean Air aircraft.
The flight takes around 2 hours. I made a small video of this flight experience, which you can see below.

TRANSPORTE

Por terra:
Táxi- É barato! Muito barato! Aconselho-o a usar sempre o táxi nas suas viagem de/para o aeroporto e do hotel para as principais atrações.
Carro Privado- Uma boa opção para visitar A Grande Muralha da China (mais informação aqui!).

Metro- É barato, mas consume mais tempo.
Por ar:
Embarquei em Seul e aterrei em Pequim atráves de um voo da Korean Air.
O voo dura cerca de 2 horas. Poderá ver um pequeno vídeo, deste voo, a seguir.

ACCOMODATION

I stayed at Hotel Jen in Beijing and I truly recommend it.
You can find cheaper hotels in Beijing, but I played for the safety side and I choose a  hotel from Shangri-La Hotels & Resorts chain.
I have a BIG problem! If I don’t sleep in a comfy bed, and also if I don’t have the perfect breakfast on the following morning, my day will be full destroyed. So, I’m always very picky finding a hotel and I’m constantly trying to find competitive prices at quality hotels.
Hotel Jen room was enormous, the bed was amazing and the room amenities were on point. The hotel breakfast has a lot of varieties and it was one of the best breakfast I have had in a long time.
If you use booking.com you can get a 15€ for your next trip, click here!

ACOMODAÇÃO

Fiquei hospedada no Hotel Jen em Pequim e recomendo-o a 100%.
Poderá encontrar hotéis mais económicos, em Pequim, mas eu joguei pelo seguro e escolhi um da cadeia Shangri-La Hotels & Resorts
Eu, se não dormir numa cama confortável e se não tiver um  pequeno-almoço revigorante, já sei que o meu dia será horrível. Deste modo, sou bastante exigente no que concerne à escolha de hotéis e estou sempre à procura de preços competitivos em hotéis de qualidade.
O quarto do Hotel Jen era enorme, a cama era fofa que nem uma nuvem, e o pequeno-almoço foi um dos melhores que degustei nos últimos tempos. Se reservar no booking.com ganha 15€ para a sua próxima compra, clique aqui! 

The only downside of travelling in China ( and also in other Asian countries) is the lack of english proficiency.
O único ponto negativo de viajar na China, e na maior parte da Asia, é a falta de proficiência na fala da língua Inglesa.


Carina visited Beijing in May 2018 and this is just her opinion.

Carina visitou Pequim em Maio de 2018, e esta é, apenas, a sua opinião.

Advertisements

Leave a comment | Deixe o seu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.